Rss Feed

Between Waves - David Fonseca

Seis anos após o lançamento do seu primeiro álbum a solo, Sing Me Something New, David Fonseca regressa agora com Between Waves, lançado no passado dia 2 de Novembro, que está a fazer sensação entre o público português. Com Dreams in Colour, último álbum do cantor, de 2007, David Fonseca tinha já conseguido definir um estilo próprio, uma marca indelével que o identificava como único no panorama nacional e até mesmo internacional, atraindo inúmeros fãs para a sua mistura própria de pop, electrónico, acústico, indie, rock ‘n’ roll e alternativo. Dois anos depois, este Between Waves é a sua verdadeira consagração como um dos melhores cantores e compositores portugueses do momento.

O álbum abre com (Baby) All I Ever Wanted, uma boa música que enuncia desde logo a magnificência do resto do álbum, embora esconda ainda as surpresas que a segunda faixa, Walk Away When You’re Winning, nos oferece de mão beijada. Esta segunda música é de uma beleza incrível, não só pelo ritmo alternado, pela letra calma e confiante, mas também pela forma como fica na cabeça e nos parece acompanhar durante horas e horas.

A terceira música é a já famosa A Cry 4 Love, primeiro e único single do álbum, até ao momento, que já conquistou as rádios e os corações dos ouvintes. Apesar de, aparentemente, ser algo diferente do estilo de David Fonseca a que estamos habituados, depressa nos apercebemos na forma como toca, como agarra, como o refrão se adequa na perfeição a esta era de consagração do cantor, e igualmente ao álbum em questão.U Know Who I Am é a quarta faixa, apresentando-se mais calma, suave, quase uma canção verdadeiramente romântica, com um ritmo leve e uma melodia para ouvir vezes sem conta.
There’s Nothing Wrong With Us, a quinta música do álbum, assemelha-se a um hino ao ser humano, aos seus erros, às suas características, que são tudo menos perfeitas, mas são as correctas para a espécie. Com um ritmo mais definido, prevalecendo a percussão e as palmas que o próprio David Fonseca imprime na maioria das suas canções. Uma vez mais, como se observa durante todo o disco, a letra prima pela magnífica coordenação com os instrumentos e o ritmo, em perfeita harmonia.

A sexta faixa, a uma primeira audição, pode até parecer algo despropositada, sobretudo no meio do álbum, pelo seu ritmo demasiado acelerado. Mas tendo em conta o que conseguimos ver de David Fonseca em Owner Of Her Heart, essa opinião é imediatamente posta de lado. De novo, a percussão e o famoso “clapping”, o refrão que não conseguimos apagar da memória, o ritmo que o identifica e que imprime também uma identidade única à canção. E apercebemo-nos desde logo que David Fonseca, para além de um excelente compositor e músico a todos os níveis, é coerente na forma como junta todos esses elementos e os transforma numa composição sem rpecedentes.

It’s Just a Dream II prima pela letra, pelo ritmo de novo suave e sincero, pelo sonho de que o cantor tanto fala e quase consegue mostrar por imagens através da música. Little Things II, a oitava faixa, destaca-se pela facilidade com que nos toca, pelo refrão definido pela voz de David Fonseca, e não tanto pelo ritmo que caracteriza algumas das suas músicas. Realça-se ainda a letra e a predominância da simbologia do telefone, ao longo do álbum, através de chamadas telefónicas ou simplesmente da referência ao objecto de comunicação à distância.
A nona música, Stop 4 a Minute, é talvez a mais “estranha” de todo o álbum, diferente de todas as outras, no ritmo, da composição, até na própria letra. Podemos dizer que é mais pop, que é mais focada no cantor, através do coro que o próprio faz e da letra muito centralizada no homem. No entanto, não deixamos de ver nela a marca inconfundível de David Fonseca, das suas composições sempre geniais, e apesar de ser mais fácil de gostar e deixar levar pelo som, acabamos por nos habituar progressivamente e por gostar cada vez mais da melodia, que deixamos de estranhar após a primeira audição.

Morning Tide (I Just Can’t Remember) inclui talvez uma das melhores letras de todo o álbum, contando uma história, entrelaçada com a percussão e certos sons electrónicos que começamos a observar cada vez mais na obra de David Fonseca, e que ajudam à consagração do seu estilo próprio. O refrão da música é propositadamente focado nos instrumentos e no tom baixo em que o músico canta, embora por vezes a letra não seja tão perceptível como deveria ser, não deixando de ser uma grande canção.

A finalizar o álbum, uma das melhores músicas de Between Waves, com um ritmo maravilhoso, acústico, sentindo-se o som da guitarra, ouvindo-se por vezes o som da harmónica. This One’s So Different marca uma verdadeira apologia da canção, do género do cantor, que é no fundo não ter género nenhum, mas sim uma série de elementos de todos eles, juntos em composições que soam, aos nossos ouvidos, sempre melodiosas e características.
De referir que as imagens que fazem parte do design do álbum ajudam a caracterizar este maravilhoso mundo de David Fonseca em Between Waves, significando possivelmente os altos e baixos da sua história, memórias da sua longa caminhada de vida, estando sempre “entre as ondas”. É isto que o torna “grande”, peculiar, intemporal, e nos faz ficar tão agradados com a simplicidade, a beleza e a suavidade de toda a sua obra musical, que não cessamos de elogiar. Between Waves é um excelente álbum, que pode surpreender uns, mas dificilmente desiludirá outros.

Publicado em Espalha-Factos

7 comentários:

Nuno disse...

És tu que escreves estas críticas, não és?

Anónimo disse...

I read this forum since 2 weeks and now i have decided to register to share with you my ideas. [url=http://inglourious-seo.com]:)[/url]

JoanaRute disse...

Tenho aprendido a gostar de David Fonseca :)
A critica está optima !
Ainda nao ouvi nenhuma das faixas, mas espero faze-lo em breve

Anónimo disse...

quello che stavo cercando, grazie

Anónimo disse...

I wrote my countеrtop argumеnt onto уour Blogger: From ΗΕRΕ to EТERNITY oνer at my website if уou would like
to givе it a look, httр://garcinіacambоgia.
org.

Anónimo disse...

[url=http://www.onlinecasinos.gd]online casino[/url], also known as accepted casinos or Internet casinos, are online versions of acknowledged ("hunk and mortar") casinos. Online casinos approve gamblers to pick up chore in and wager on casino games entirely the Internet.
Online casinos habitually mechanism odds and payback percentages that are comparable to land-based casinos. Some online casinos contend higher payback percentages as a remedy looking in espouse of m‚echelon tool games, and some prevail upon ended known payout participation audits on their websites. Assuming that the online casino is using an fittingly programmed unpremeditatedly epitomize up generator, note games like blackjack enthral carry an established forebears edge. The payout ditty after these games are established at near the rules of the game.
Countless online casinos hire unfashionable or line their software from companies like Microgaming, Realtime Gaming, Playtech, Ecumenical Caper Technology and CryptoLogic Inc.

Anónimo disse...

I every time spent my half an hour to read this web site's content every day along with a cup of coffee.

Also visit my web site - microsoft office gratuit