Rss Feed

Euro 2008 - Portugal para vencer

A fase final do Campeonato Europeu de Futebol de 2008 decorre de 7 a 29 de Junho, na Áustria e na Suíça. Portugal está, pela quarta vez consecutiva, entre os 16 escolhidos para discutir o Campeonato, a segunda ao comando do técnico Luiz Felipe Scolari. «Este autocarro é movido a Vontade de Vencer», estará escrito no autocarro da selecção nacional. O céu é o limite; e o grande objectivo é chegar à final, em Viena, e vencer

Após alguma expectativa e especulação geradas à volta dos jogadores, Scolari acabou por desvendar os 23 convocados, a 12 de Maio, numa conferência de imprensa, em Viseu, local do estágio da selecção em Portugal. Eles são, por posição em campo:
Guarda-redes: Quim (Benfica), Ricardo (Real Betis Balompié), Rui Patrício (Sporting);
Defesas: Bruno Alves (FC Porto), Fernando Meira (VfB Stuttgart), Jorge Ribeiro (Boavista), Bosingwa (FC Porto), Pepe (Real Madrid CF), Miguel (Valencia CF), Paulo Ferreira (Chelsea FC), Ricardo Carvalho (Chelsea FC).
Médios: Deco (FC Barcelona), Petit (Benfica), João Moutinho (Sporting), Miguel Veloso (Sporting), Raul Meireles (FC Porto).
Avançados: Cristiano Ronaldo (Manchester United FC), Hélder Postiga (Panathinaikos FC), Hugo Almeida (Werder Bremen), Nani (Manchester United FC), Nuno Gomes (Benfica), Ricardo Quaresma (FC Porto), Simão Sabrosa (Club Atlético de Madrid).
Ricardo é o jogador com mais internacionalizações da equipa, devido ao “adeus” de jogadores como Rui Costa e Pauleta. Caneira e Maniche são os grandes ausentes da convocatória, tal como Makukula, preteridos em nome de Jorge Ribeiro e Miguel Veloso. Scolari não quis explicar as ausências, mas antes a estima pelos convocados: “As expectativas são as mesmas que tinha em 2004. Espero que estes atletas saibam representar o país dignamente e alcançar o melhor possível, respeitando sempre os adversários e chegar a uma situação na classificação que permita alcançar a segunda fase", disse o seleccionador.
As expectativas são elevadas. Depois da derrota com a selecção da Grécia, na final do Euro 2004 – organizado em Portugal; a melhor prestação da selecção –, e do 4º lugar no Mundial de 2006 – um excelente posicionamento, que podia ter ido mais além –, os resultados da fase de qualificação para o Euro 2008 não satisfizeram os adeptos portugueses, já habituados a um ambiente de vitória e desafogo. Portugal apenas garantiu a presença na fase final da prova no último jogo, ficando em 2º lugar, logo atrás da Polónia. Scolari já afirmou que a equipa tem de melhorar, mas mantém a esperança de corresponder às expectativas, que ele próprio ajudou a criar: "Se dissesse que não tinha confiança na minha equipa, as pessoas, provavelmente, matavam-me".
As 16 equipas que vão estar no Europeu de 2008 estão relativamente equilibradas, mas o objectivo do seleccionador português é fazer melhor do que em 2004. “Cada uma (equipa) tem 6,2 por cento de possibilidades de conquistar a prova", afirmou. "Se passarmos à fase seguinte, as nossas hipóteses crescem para 12,4 por cento, e assim sucessivamente. Mas temos uma equipa muito boa, isso é um facto".
Portugal ruma, assim, com vontade de triunfar, em direcção ao Euro 2008. A selecção está incluída no Grupo A, juntamente com a anfitriã Suíça, a Turquia e a República Checa. O local de estágio escolhido é Beau-Rivage, na Suíça. O primeiro jogo vai realizar-se a 7 de Junho, com a Turquia, em Genebra, às 20h45. Os jogos da primeira fase, todos realizados na Suíça, trarão de volta as recordações dos estádios cheios e das bandeiras nacionais à janela, durante o Euro 2004, devido à grande comunidade portuguesa no país. Também em Portugal se vai fazer o apoio pela selecção. Tanto dentro como fora do campo, Portugal pretende levar para casa o novo troféu de 8 quilos e 60 centímetros. Como diz o slogan da prova: “Expect emotions – Esperam-se emoções”. Força Portugal!

1 comentários:

Anónimo disse...

Raquel,
não te tenho visto pelo meu blogue...
O que se passa?
Bjs
Luís Castro