Rss Feed

11 DE SETEMBRO DE 2001: O DIA QUE MUDOU O MUNDO

Hoje, olhamo-nos ao espelho e verificamos que estamos diferentes, física e psicologicamente. Isto é cinco anos depois, quando já aconteceram inúmeros ataques semelhantes aos daquele dia; quando Bin Laden fugiu definitivamente e Sadam Hussein foi capturado e condenado justamente; quando quase se deu a III Guerra Mundial e quando os americanos se tornaram os donos do mundo; quando já se realizaram muitos filmes referentes àquele dia, e muitas chamadas de emergência das vítimas já foram divulgadas; quando as pessoas já têm medo de andar na rua ou, simplesmente, de viver; e quando já nem um frasco de perfume é permitido levar a bordo de um avião. O mundo mudou, e com ele, consequentemente, as pessoas que nele vivem. Tudo por causa daquele dia.

Não me recordo daquela trágica manhã. Tinha os meus nove anos de idade, e estava na escola. É só o que sei. Não é por ter sido há cinco anos que não me lembro daquele dia, mas sim porque era demasiado jovem e ingénua para perceber o que se passava à minha volta. Se tivesse sido hoje, decerto compreenderia melhor todo o terror que aquele dia trouxe à vida de milhares de pessoas.
É difícil escolher por onde começar. Durante cerca de duas horas, aconteceu tanta coisa que quase parece ter demorado dois dias. Tudo começou quando, às oito horas e quarenta e seis minutos da manhã, em Nova Iorque, o voo 11, vindo de Bóston, atingiu violentamente a Torre Norte do World Trade Center. Ninguém sabia como, nem porquê. Às nove horas e três minutos, o voo 175, também de Bóston, alcançou a Torre Sul. Era um desastre. Quarenta e dois minutos depois, o voo 77, de Washington, embate contra o Pentágono. E o desastre continuava. Quando a Torre sul do World trade Center caiu, vinte minutos depois, destruindo-se, a Casa Branca, em Washington, foi evacuada. Era para lá que se dirigia o voo 93, de Newark, cujos ocupantes se voltaram contra os terroristas, e fizeram despenhar o avião, num bosque da Pensilvânia, às dez horas e cinco minutos. Às dez horas e vinte e oito, cai a Torre Norte, e, finalmente, acaba a manhã de terror. Mas a história estava só a começar.
Só quando um grupo terrorista, denominado Al-Quaeda, reivindicou o atentado é que, subitamente, tudo fez sentido. Porque era mais que improvável quatro aviões dirigirem-se, exactamente, para os quatro pontos mais importantes de toda a América. Foi aí que começou a “guerra” entre os americanos e o terrorismo. Desde então, nada é o que parece, e a vida não é mais do que um jogo, no qual todos lutamos para sobreviver.
Condenar os culpados nunca trará de volta todos aqueles que deram a vida a onze de Setembro, nem será sequer uma forma de os homenagear. É apenas a maneira que temos para nos sentirmos superiores a esses culpados, e de podermos dizer que eles estão a pagar pelo que fizeram. Mas, no fundo, nem que seja lá bem no fundo, sabemos que é impossível de os fazer pagar. Cinco anos depois, a memória daquele dia leva-nos até ele, como se ainda estivéssemos em 2001. E só queremos voltar atrás para impedir aquela tragédia.
São as imagens que, por mais que tentemos esquecer, sabemos que não vamos conseguir. Podemos até não nos lembrar de as ver, na altura, mas, cinco anos depois, todas as imagens que já vimos não foram suficientes para apagar da nossa memória a lembrança daquele dia. Há quem diga que, com tantos filmes bons que já se fizeram sobre o onze de Setembro, será impossível esquecer aquele dia. E ainda bem. Porque essa é a única maneira de homenagear as vítimas desse dia: o dia que mudou o mundo.

2 comentários:

Sofia Faustino disse...

11 de Setembro, esse dia marcou bem o mundo!
Ainda me lembro, estava a brincar com uns amigos meus, estava em S. Martinho do Porto e quando vou para casa ter com os meus avós, estavam a ver o telejornal onde mostrava essa confusao toda, eu nao percebi muito bem o que passava, porque como tu dizes tinhas 9 anos, e eu tambem... ainda era muito nova para perceber tudo. Via imagens horriveis na TV, pessoas a atirarem'se dos predios, avioes a baterem nas torres, tudo destruido, milhares de mortes, etc...
Ainda a' pouco tempo vi um documentario sobre 11 de Setembro... e vieram'me as lagrimas aos olhos, foi mesmo horrivel o que aconteceu!
Fui este ano a Nova York e claro que tinha de passar por lá, estao a construir uma torre? xD em homenagem a todos os que iam nos avioes e aos que estavam nas torres.
11 de Setembro, vai ser sempre um dia que ninguem vai esquecer, foi um choque para toda a gente...
Ja' vi um filme sobre o 11 de setembro (mas nao me lembro do nome =/) o filme e' excelente! :D
Bem... acho que o comment ja' deve estar enorme :S mas pronto...
Aproveito e digo que te adoro raquel :D beijinhos*

Gustavo disse...

ehh Hoje faz 7 anos O dia que o Mundo Parou eu tava dormingo quando eu acordeii evii aquela trágedia que aconteceu No USA muiito Horrivel isso vai fica marcado pra sempre o filme que passo sobre as torre Gemas,foi vôo 93 po esse filme e foda omenagem as vitimas que impedeiu que o avião dominado por Terroristas chegase a casa Branca(esse caras foi Hérois para os USA) eles não devem ser esquecido por eles lá(11 de setembro de 2001) esse dia vai ser lembrado pra sempre